NOTÍCIAS

VÍDEOS

Satélite

(SATÉLITE) As imagens de satélite desta quarta-feira (27) mostram uma grande quantidade de nuvens entre o Sul, São Paulo e Mato Grosso do Sul, por conta de áreas de instabilidade associadas a um Vórtice Ciclônico e a um sistema frontal na costa. (CHUVA) Os maiores acumulados de chuva nas últimas 24h, segundo o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN), ficaram na Região Sul. Foram 184mm até 6h da manhã em São Francisco do Sul, SC, 147mm em São José dos Pinhais, PR, 120mm em União da Vitória, PR e 115mm na capital Curitiba. Este volume corresponde a 21% a mais do que toda a chuva normal para o mês de maio inteiro na cidade, que é de 99mm. Em Florianópolis, choveu no mesmo período de 24h 95mm, que é praticamente a média climatológica do mês nesta capital. Saindo da Região Sul, o CEMADEN registrou acumulado de 53mm em União dos Palmares, AL. Na cidade de São Paulo, choveu entre a noite de ontem e a madrugada de hoje entre fraco a moderado nas regiões centrais, sul e ABCD paulista, mas com baixos acumulados e sem registro de transtornos. (NEVOEIRO) Às 6h da manhã, segundo informações de aeroportos, um forte envoeiro cobriu a cidade de Barbacena, MG, e a visibilidade chegou a ficar nula. Em São Pedro da Aldeia, RJ, o nevoeiro baixou a visibilidade para 800m. (AMÉRICA DO NORTE) As chuvas fortes e a ocorrência de tornados desde o fim de semana no meio-oeste dos Estados Unidos e no norte do México já somam ao menos 29 mortos, segundo dados de agências internacionais. Diversos municípios estão inundados e já decretaram situação de emergência pelo mau tempo. Por outro lado, no Canadá uma série de incêndios florestais que iniciaram na terça-feira (26) ameaçam a província de Alberta. Até o momento, mais de 7 mil pessoas precisaram ser evacuadas de suas casas por conta do risco de os incêndios chegarem a áreas urbanas. Mais de 1600 bombeiros trabalham no combate às chamas.