NOTÍCIAS

mais notícias

VÍDEOS

Satélite

(CHUVA SP) Desde meados de abril deste ano que a Grande São Paulo não via uma boa chuva. A chuva que caiu na Região Metropolitana desde a tarde de ontem acumulou chuva na faixa dos 90mm em Osasco (69% da chuva normal do mês de novembro inteiro), assim como no Jardim Ângela, na zona sul da Capital. Os dados são do Cemaden. Segundo os dados automáticos do Inmet, na estação do Mirante de Santana na zona norte o acumulado foi de cerca de 34mm. Este valor corresponde a 23% da chuva de novembro. Além disso foram registrados queda de granizo e ao menos 22 pontos de alagamento na Capital paulista, sendo 7 deles intransitáveis, segundo a Prefeitura. (CANTAREIRA) Dados do Cemaden também dão conta de que choveu entre 30 e 40mm no alto da Serra da Mantiqueira em Minas Gerais, região de cabeceira de um dos rios que compõem o Sistema Cantareira. Na própria Serra da Cantareira também choveu entre 25 e 30mm, segundo o órgão. Vale lembrar que há mais de sete meses que o nível do Cantareira só cai ou estabiliza. (CHUVA) Além de São Paulo, também choveu bastante em Araxá-MG com 82mm, 42mm em João Pinheiro-MG e 39mm em Rio Brilhante-MS. Aliás, as imagens de satélite mostram grande quantidade de nuvens espalhadas pelo Brasil, associadas a instabilidades tropicais formadas pelo calor e umidade da Amazônia, e também a uma frente fria no Sul. (NEVOEIRO) Vários locais tiveram nevoeiros nesta manhã de quarta-feira. Em Londrina-PR, visibilidade reduzida a 400m, além de 150m em Cascavel-PR, 200m em Anápolis-GO, 400m em Campo Grande-MS, 500m em Bauru-SP, 900m em Foz do Iguaçu-PR e 800m em Maringá-PR. (TEMPERATURA) A menor temperatura registrada hoje pelas estações do Inmet foi de 13,4ºC em São Joaquim-SC.