NOTÍCIAS

VÍDEOS

Satélite

(SATÉLITE) As imagens desta manhã de segunda-feira (20) mostram nuvens carregadas entre o Paraguai, Rio Grande do Sul e norte da Argentina por conta de uma frente fria. Entre o nordeste do Mato Grosso, Pará e Tocantins, muitas áreas de instabilidade associadas à atuação da Alta da Bolívia provocam temporais. A Alta da Bolívia é um sistema meteorológico mais comum de meados da primavera até o final do verão, mas ainda atua com força no País. (CHUVA) Segundo informações do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), das 21h de ontem até 7h de hoje choveu 50mm em São Luis Gonzaga, RS, 44mm em Soure, PA, 27mm em Alto Parnaíba, MA e 25mm em Luziânia, GO. Já segundo o Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (CEMADEN), os maiores acumulados das últimas 24h até as 7h da manhã foram em Avaré, SP com 66mm, São Borja, RS com 52mm, Campo Bom, RS com 48mm, Tiradentes, MG com 48mm e 48mm em Santa Maria, RS. (NEVOEIRO) Em Pirassununga, SP, a visibilidade horizontal chegou a apenas 100 metros às 6h da manhã. Este também foi o valor registrado em Pelotas, RS, e São Pedro da Aldeia, RJ. Em Vilhena, RO, a visibilidade chegou a 300m, 400m em Cabo Frio, RJ, 600m em Guarulhos, SP, 600m em Passo Fundo, RS e 400m em Campina Grande, PB. Por fim, a visibilidade ficou nula nesta manhã em Turiaçu, PA. Os dados são dos aeroportos locais. (TEMPERATURA) A menor temperatura desta segunda-feira foi de 13,7ºC em Campos do Jordão, segundo o INMET.