NOTÍCIAS

VÍDEOS

Satélite

(SATÉLITE) Nesta quinta-feira (18), uma região de baixa pressão atmosférica canaliza um corredor de umidade da Amazônia para parte do Sul do País. Ao mesmo tempo, instabilidades formadas pela Alta da Bolívia têm trazido chuvas fortes no Sul, Sudeste e Centro-Oeste. No Nordeste e Brasil Central, uma massa de ar seco começa a deixar o tempo mais firme, associada ao centro de um sistema meteorológico conhecido por Vórtice Ciclônico de Altos Níveis. (CHUVA-ESTRAGOS) Pancadas de chuva rápidas provocaRAm estragos em Jaú, SP. Devido a intensidade dos ventos, árvores caíram e atingiram a rede elétrica da cidade, interrompendo o serviço de energia elétrica em alguns bairros. Em São Luís do Paraitinga, SP, o extravazamento do Rio Paraitinga causou inundações na cidade. Segundo a Defesa Civil, cerca de 47 casas foram invadidas pelas águas. Não houve feridos. A cidade ainda lembra da enchente histórica que ocorreu em janeiro de 2010 onde o mesmo rio subiu 10m acima do normal. Naquela época 300 casas foram danificadas. Em Blumenau, SC, a chuva de ontem também trouxe estragos. Houve um deslizamento de terra no bairro Vorstadt. Segundo a Defesa Civil, desde a terça-feira já foram contabilizados 350 chamados por conta de cheias ou deslizamentos na cidade. (GRANIZO) Em Artur Nogueira, SP, houve registro de chuva de granizo, que chegou a danificar pontualmente algumas áreas rurais. Segundo informações do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN), chegou a chover 49mm na região. (DESTAQUES CAPITAIS) Segundo dados das estações automáticas do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), nesta manhã a temperatura em São Paulo, SP foi a mais alta do verão com 22,0ºC. (ARGENTINA) Uma tempestade que atingiu as áreas agrícolas de grãos da região de Córdoba, Argentina ontem trouxe queda de granizo para esta área. Segundo informações da imprensa internacional, foram mais de 80mm e o granizo afetou lavouras de milho e de soja. Infelizmente o granizo veio um dia após os agricultores terem comemorado a volta das chuvas para a região, que passava por um período de chuvas irregulares até então. (ITÁLIA) Um homem teria morrido na região da Calábria, na Itália, indiretamente por conta das tempestades. O telhado da casa de Giuseppe Talarico tinha sido danificado pela força do vento. Quando ele subiu para analisar os danos, escorregou e caiu. Em Roma, uma adolescente ficou ferida ao ser atingida por uma telha arrancada pelo vento. Segundo agências internacionais, o vento nos Alpes Italianos teria se aproximado dos 200km/h, resultando no fechamento das estações de esqui. Não há, no entanto, informações oficiais para comprovação deste número. (CHUVA) Pelo Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), das 22h de ontem até 7h de hoje: Breves, PA: 29mm Tucuruí, PA: 29mm Soledade, RS: 25mm Cametá, PA: 19mm Ibirubá, RS: 23mm Inácio Martins, PR: 20mm Itajaí, SC: 15mm Pelas estações automáticas do INMET, ontem: Rio do Campo, SC: 66,2mm Castro, PR: 60,4mm Humaitá, AM: 55,4mm Cruz Alta, RS: 48,0mm Santiago, RS: 42,6mm Belem, PA: 42,6mm Juti, MS: 41,4mm Passa Quatro, MG: 35,0mm Apui, AM: 31,8mm (VENTO) Pelas estações automáticas do INMET, hoje: Floresta, PE: 70km/h Cabrobó, PE: 53km/h Ibotirama, BA: 52km/h Queimadas, BA: 50km/h Cametá, PA: 50km/h Quixeramobim, CE: 50km/h Pelas estações automáticas do INMET, ontem: Passa Quatro, MG: 77km/h Ituiutaba, MG: 68km/h Clevelandia, PR: 65km/h Rondon do Para, PA: 64km/h Tomé Açu, PA: 63km/h Pelos Aeroportos: Ribeirão Preto, SP: 74km/h