Jornal do Tempo | Notícias

Chuva ultrapassa 200 mm no RJ e 100 mm em SP em 24 horas

Passagem de uma frente fria ainda deve provocar muita chuva entre os estados do Sudeste nos próximos dias.

08/11/2018 08:42:00

Por: Redação Somar

Muita chuva caiu entre o litoral de São Paulo e o estado do Rio de Janeiro de ontem para hoje (08) por conta da passagem de uma frente fria.

Os acumulados passaram dos 200 mm no território fluminense: em Macaé (RJ) a estação do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN) registrou 234,6 mm em 24 horas – sendo que 150,8mm foram observadas em apenas 6h, durante a madrugada. O valor corresponde a 42% acima da chuva normal para o mês de novembro na cidade.

Outros locais com registro de chuva volumosa no Rio de Janeiro foram Angra dos Reis com 146,5 mm, Mangaratiba com 124 mm, Trajano de Moraes com 122 mm, Itatiaia com 113 mm e Paraty com 111 mm. Os dados foram coletados pelo CEMADEN até 7h da manhã desta quinta-feira.

Na cidade do Rio, as estações de Vicente de Carvalho e Ilha de Paquetá registraram 89 mm em 24 horas. O município foi declarado sob estágio de atenção.

Uma estação de trem chegou a ser fechada por alagamento na região de Olaria. Pelo menos dois voos foram cancelados nos aeroportos da Capital. Houve ainda queda de árvores e outros pontos de alagamento pela cidade, especialmente na madrugada.

Em São Paulo, a chuva foi mais expressiva no litoral norte e duas rodovias de acesso a esta região foram interditadas por queda de barreira e também de árvores: a Rodovia Oswaldo Cruz (km 71 ao 86) e a Rodovia dos Tamoios (km 58 sentido litoral e km 80 sentido interior).

Os maiores acumulados do estado paulista pelo CEMADEN foram de 185 mm em Caraguatatuba (74% da chuva normal para novembro), 155 mm em Santos, 141 mm em Bertioga, 140 mm em Guarujá e 137 mm em Cubatão.

Previsão para os próximos dias
A expectativa é de que a frente fria ainda atue ao longo desta quinta-feira em ambos os estados.

A chuva resiste de forma contínua pelo menos até o início da tarde entre o leste de São Paulo, Vale do Paraíba e litoral e todo o Rio de Janeiro. Assim, há condição para transtornos em áreas de risco como alagamentos e deslizamentos, inclusive novos episódios em rodovias.

A chuva forte também chega ao Espírito Santo e atinge o sul e a zona da mata de Minas Gerais ao longo da quinta-feira.

Entre o norte do Rio de Janeiro, Espírito Santo e essa área de Minas Gerais, a chuva volumosa persiste até o sábado (10). Atenção para Vitória (ES), que também recebe chuva volumosa neste período.

Em São Paulo o sistema perde força gradualmente, mas o tempo ainda não começa a melhorar nestas áreas até amanhã (09).

Últimas notícias

Buscar notícias