Jornal do Tempo | Notícias

Sul do país segue com condição para chuva forte e volumosa

Chuva forte acompanhada por trovoadas, descargas elétricas, eventual queda de granizo e ventos de até 70km/h são esperados nos próximos dias

08/01/2019 14:45:00

Por: Paula Nobre

Um sistema de baixa pressão atmosférica se formou entre o Uruguai e o Rio Grande do Sul no início da segunda-feira (07), causando temporais e vendavais de mais de 100km/h no sul do Brasil.

Já durante o fim da segunda-feira (07), o sistema se deslocou para o mar, próximo a costa do Uruguai, e acabou dando origem a uma frente fria.

Pelos dados do aeroporto, após um calor de 35°C, Porto Alegre registrou na segunda-feira (07) um temporal com rajadas de vento de 85,2km/h entre às 15h29 e às 15h40. Destaque também na região metropolitana de Porto Alegre, em Canoas, aonde a velocidade do vento alcançou os 101,9km/h às 15h37.

Na Região noroeste do Rio Grande do Sul, a cidade de Condor registrou queda de árvores e destelhamento de 70 casas e de 10 estabelecimentos comerciais durante a segunda-feira (07).

De acordo com a Empresa Pública de Transporte e Circulação de Porto Alegre (EPTC), alguns semáforos ficaram fora de operação por conta do temporal. Também houve quedas de postes de energia, que bloquearam algumas ruas.

O Túnel da Conceição ficou sem iluminação em ambos sentidos, mas no início da noite, foi normalizado.

Na Caldas Júnior com a Av. Mauá, um prédio foi isolado após a queda de vidros nas janelas. Na área de abrangência da CEEE (Companhia Estadual de Energia Elétrica – Rio Grande do Sul), aproximadamente 60 mil clientes estavam sem luz até às 21h24.

O número chegou a 150 mil no auge do temporal, de acordo com a companhia. Principais ocorrências são na Zona Norte de Porto Alegre, Alvorada e Viamão.

Maiores acumulados

Os maiores acumulados registrados nas últimas 48 horas pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN) foram em Uruguaiana (RS) com 70mm, Quaraí (RS) com 67mm, São Borja (RS) com 57mm, Alegrete (RS) com 52mm, Guaraniaçu (PR) com 102mm, Cantagalo (PR) com 76mm, Florianópolis (SC) com 75mm.

Condição de chuva forte segue nos próximos dias

Na quarta-feira (09), a expectativa ainda é de chuva sobre toda a região Sul, com maiores acumulados concentrados na metade sul gaúcha com volumes entre 60 e 70mm, além do leste catarinense com volumes em torno de 50mm.
Desativado
O maior risco para temporais segue concentrado no oeste do Rio Grande do Sul.

Na quinta-feira (10), a chuva continua volumosa especialmente na metade sul gaúcha com volumes que ainda devem variar entre 60 e 70mm.

Porém, vale ressaltar que a expectativa é de chuva forte em toda a região Sul, onde as pancadas ocorrem acompanhadas por trovoadas, descargas elétricas, eventual queda de granizo e ventos de até 70km/h.

A semana termina com tempo bastante instável e chuva expressiva sobre a maior parte do Rio Grande do Sul e leste de Santa Catarina, com volumes que devem alcançar a casa dos 60mm.

Dessa vez, o maior risco para temporais fica concentrado entre os estados catarinense e paranaense.

Últimas notícias

Buscar notícias