Jornal do Tempo | Notícias

Rio Grande do Sul volta a registrar chuva amanhã, mas calor predomina no fim de semana

Novos temporais atingem o Estado entre a segunda e a terça-feira e há risco de novos transtornos

14/11/2013 11:10:00

Por: Deliane Assis

Após o friozinho da madrugada, o sol predomina e as temperaturas disparam no Rio Grande do Sul. De acordo com os meteorologistas da Somar, o calor será mais intenso na faixa oeste gaúcha, com máxima de até 33ºC em São Borja. Sem chuva, a umidade relativa do ar despenca e os índices podem chegar a 20% entre a Campanha, oeste, região central e noroeste do Estado, valores que são considerados Estado de Alerta. Por isso, recomenda-se muita hidratação no decorrer do dia.

Amanhã, uma frente fria passa rapidamente pelo Estado e aumenta a nebulosidade, além de provocar pancadas de chuva sobre grande parte do Rio Grande do Sul, sendo mais intensas entre o centro e oeste gaúchos. Mas mesmo com o tempo nublado, as temperaturas seguem elevadas e o dia será abafado, com máxima que passa dos 30ºC em várias cidades.

Segundo previsão da Somar Meteorologia, o fim de semana inicia com tempo instável e pancadas de chuva entre a região dos Vales, a faixa leste e toda a metade norte. Já entre o centro, Campanha, sul e oeste, o tempo firme predomina desde às primeiras horas do dia. E devido a entrada de uma nova massa de ar polar, a temperatura mínima entra em declínio, mas ainda será de calor. No domingo, o tempo firme predomina sobre todas as regiões gaúchas, com frio pela manhã e calor durante a tarde.

[*BTemporais retornam na próxima semanaB*]
A partir da próxima segunda-feira a formação de um novo sistema de baixa pressão na região norte da Argentina volta a provocar temporais na faixa oeste do Estado gaúcho e Alto Uruguai. As chuvas virão acompanhas de trovoadas e ventos de até 70 km/h. "Porém, é na terça-feira que este sistema avança sobre o Estado provocando temporais generalizados com muita chuva e rajadas de vento em torno de 100 km/h entre o noroeste, Serra, faixa leste, planalto e região central", alerta o meteorologista Gustavo Verardo. E como já choveu muito no começo desta semana, o risco de transtornos é bastante elevado.

Últimas notícias

Buscar notícias